A polêmica continua: iPhones X com modem da Qualcomm ainda são mais rápidos que os modelos com chip da Intel

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Receba os artigos diretamente no seu email


Comparativo dos modems da Intel e da Qualcomm, utilizados no iPhone X, na banda 4

A polêmica começou no lançamento do iPhone 7, há pouco mais de um ano, e agora está de volta.

Em 2016 a Apple conseguiu, pela primeira vez, utilizar duas fornecedoras para um componente bastante importante do dispositivo: o modem. Para quem não sabe, essa peça é responsável pela conectividade celular do smartphone e, até logo, sempre foi fornecida exclusivamente pela Qualcomm (líder do segmento). Ano pretérito, porém, a Intel entrou na jogada, fornecendo chips para o padrão da T-Mobile/AT&T — o da Verizon/Sprint, por utilizar também a tecnologia CDMA junto da GSM, continuou sendo fornecido pela Qualcomm.

Inclusive, a chegada da Intel motivou a Apple a pleitear com a Qualcomm — porquê você já deve ter lido cá no MacMagazine, as duas empresas estão numa enorme disputa judicial (a Maçã alegando monopólio, cobrança indevida de royalties e infrações de patentes; já a Qualcomm está mirando mais em infrações de patentes) —, finalmente ela não está mais sozinha e dependendo exclusivamente da tecnologia da Qualcomm para conseguir fabricar seus dispositivos.

S indumentária de a Apple ter duas fornecedoras de um mesmo componente é ótimo, pois acaba com a sujeição exclusiva; por outro lado, abre brecha justamente para problemas porquê esse que estamos vendo. De forma resumida, os chips da Qualcomm são melhores que os da Intel. Simples, assim.

No iPhone 7, testes mostraram que, apesar de ambos os modems atingirem a mesma velocidade máxima, o componente da Qualcomm é capaz de manter uma velocidade maior conforme o sinal da antena LTE vai ficando mais fraco. Abaixo, um exemplo do teste realizado pela Cellular Insights, com equipamentos de mensuração profissionais (quatro antenas Vivaldi), simulando o desempenho do LTE em diferentes distâncias de uma torre celular.

Comparativo dos modems da Intel e da Qualcomm, utilizados no iPhone 7 e 7 Plus, na banda 7

Comparativo dos modems da Intel e da Qualcomm, utilizados nos iPhones 7 e 7 Plus, na margem 7

Agora, com o lançamento dos iPhones 8 e X, a Cellular Insights repetiu o teste no flagship da Apple e… apesar de essa pausa ter encurtado, o...

modem da Qualcomm continua com um desempenho melhor que o da Intel, conforme informou a PCMag.

Comparativo dos modems da Intel e da Qualcomm, utilizados no iPhone X, na banda 4

Comparativo dos modems da Intel e da Qualcomm, utilizados no iPhone X, na margem 4

Ambos os modems começaram com transferências de 195Mbps a -85dBm. Mas bastou reduzir um pouco do sinal para estrear a ver o modem da Qualcomm fazendo a diferença, com o modem da Intel caindo para 169Mbps a -87dBm. Para chegar aos mesmos 169Mbps, o modem da Qualcomm teve que perder ainda mais sinal, a -93dBm.

E, quanto pior o sinal, maior é a diferença: num cenário ruim assim (-120dBm em diante), os testes da Cellular Insights indicaram que, na média, o modem da Qualcomm é 67% mais rápido que o da Intel. É importante notar que ambos perderam o poder de conexão relativamente próximos (o da Intel, a -129dBm; o da Qualcomm, a -130dBm).

A PCMag também levantou a hipótese de que a Apple estaria interferindo propositadamente na capacidade do modem da Qualcomm, para que ele tenha um desempenho semelhante ao da Intel. S Snapdragon X16 (da Qualcomm) é um modem de classe gigabit, o qual suporta 4×4 MIMO (mas a funcionalidade está desativada no iPhone X). Assim, os dois modems possuem uma velocidade máxima de download teórica de 600Mbps em muitos países.

Ou seja, se você quer tirar o sumo proveito do seu iPhone X, seria recomendado comprar o padrão Verizon/Sprint dos iPhones 8, 8 Plus e X — eles agora podem ser adquiridos pela loja line da Apple sem nenhum problema. Como sabemos, ainda que esses não sejam os modelos homologados cá no Brasil, todos são cobertos pela garantia da Maçã — todavia, se o seu aparelho for um desses, quebrar e precisar ser trocado por um novo, a Apple lhe dará, cá no Brasil, o padrão T-Mobile/AT&T, que é o homologado e comercializado no nosso país.

Aos interessados, todos os detalhes dos testes — incluindo os técnicos — podem ser encontrados no da PCMag.

via MacRumors: 1, 2


Fonte:MacMagazine

Mude para versão para dispositivos móveis deste site