Review Black Desert

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Receba os artigos diretamente no seu email





Black Desert Online finalmente chegou ao Brasil no dia 12 de julho, três anos em seguida o seu lançamento na Coreia do Sul. Desenvolvido pela Pear Abyss em parceria com a RedFox Games, o jogo já está disponível para download no PC em seu servidor sul-americano e com legendas em português. S game surpreende com seu realismo gráfico, mormente na geração atual. Mas será que o gameplay é capaz de destacá-lo entre tantos outros RPGs line? Confira a estudo: Nosgoth e Lineage 2: veja os melhores MMORPG line gratuito para PC S MMO da novidade geração Após uma tempo de testes fechados, Black Desert abriu suas portas aos brasileiros com o mesmo texto visto no servidor coreano. Ou quase. S servidor sul-americano foi lançado com seis classes (das 14 disponíveis no coreano) – Guerreiro, Caçadora, Feiticeira, Berserker, Bruxa ou Mago e Domadora. Mas não é exclusivamente a variedade e os gráficos realistas que chamam a atenção agora. S destaque é a tradução do jogo para português brasílico. Black Desert Online (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) Pão é muito generalidade jogar um MMORPG pela história, na maioria dos casos.
Os jogos deste gênero, com algumas exceções, acabam deixando o
desenvolvimento do enredo de lado, já que o foco está na jogabilidade e
os combates line. Black Desert se mostra dissemelhante neste quesito. A
trama cativa e capricha nos detalhes de maneira que você quer desenredar
mais sobre o mundo e os personagens presentes nele. Este é um fator que moradia perfeitamente com a mecânica de desenvolvimento do jogo. Em Black Desert, o aprendizagem é a chave para qualquer classe, profissão ou para obter contatos. S mundo ao seu volta parece grande, mas é restringido pelo conhecimento do personagem. Ou seja, você só terá ingressão a determinados itens, missões e NPCs quando comprar informações sobre eles, lendo, conversando ou explorando. Black Desert está todo legendado em português (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) S game se tornou mais atingível com a tradução, já que o entendimento
afeta diretamente a jogabilidade e as missões. Isto adiciona um nível
extra de dificuldade e o jogador fica mais imerso, pois é necessário que
se converse com os NPCs sobre diversos assuntos, porquê economia,
cidades, outros personagens e etc. E tudo é fundamentado em um sistema no
qual alguns assuntos são mais interessantes para certos NPCs do que para
outros. Você precisará gastar pujança para montar diálogos com esses
objetos de interesse. Inimigos entram na lista de conhecimento. Você não pode ver a vida de
uma sujeito se não souber zero sobre ela. É preciso matar algumas para
comprar informações sobre sua natureza e, assim, poder ver sua barra de
vida. Conhecimento é fundamental em Black Desert (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) Essa mecânica imerge o jogador na história, o incentiva a explorar e
interagir. Com isso, a progressão também se torna mais oriundo e não tão
rápida porquê acontece em outros RPGs line. A dificuldade para subir de
level, no entanto, não é grande. S próprio jogo oferece bônus de
experiência por horas e dias conectado, o que facilita bastante. Por
isso, nascente sistema de conhecimento, coligado a outras mecânicas, se torna
precípuo para complementar a experiência de Black Desert. Conhecimento é tudo Contudo, a mecânica de conhecimento é exclusivamente uma troço do conjunto que
torna Black Desert um verdadeiro RPG. S pertinácia em gerar uma
ambientação imersiva é perceptível a cada passo dentro do jogo. Isto
acontece porque tudo se conecta de alguma maneira. Pão estamos falando
de um RPG com mecânicas exclusivamente para o modo line, mas de uma história e
jogabilidade mais voltada para o gênero tradicional. S espírito te acompanha em toda a jornada em Black Desert (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) S jogo começa com o personagem acordando em um campo alcançável, de um
espírito preto rouba suas memórias. Ele oferece uma espécie de contrato e
passa orientá-lo ao longo das missões com a promessa de repor suas
memórias ao final das tarefas. A sujeito é troço importante da sua
jornada, oferecendo missões essenciais para o desenvolvimento do personagem.
No entanto, isto é somente o início. A quantidade de coisas para se fazer é de deixar qualquer um meio
perdido à primeira vista. Mas não se engane. S mercado, as classes e
objetivos estão conectados, de maneira que você acaba usando todas estas
funções em determinado momento no jogo. Cansou de treinar? Relaxe e vá pescar (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) E você não está restringido somente a sua classe. S personagem pode comprar
terrenos, se tornar um negociante, um alquimista, refinar materiais
para si mesmo ou vender no mercado. Você pode fabricar animais, cultivar
vegetais, contratar trabalhadores e ser um pouco de tudo. Se você cansar de fazer missões para subir de nível, pode testar
um pouco completamente dissemelhante. Como entrar em uma guilda, refinar
materiais para armaduras, desenvolver suas habilidades culinárias ou
simplesmente passar a tarde pescando na cercadura do rio. Os efeitos de Black Desert são de desabar o queixo (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) App do TechTudo: dicas e notícias de tecnologia no celular! Um mundo “vivo” Mesmo quem não jogou Black Desert, provavelmente já ouviu falar do jogo
por pretexto do seu visual. S instituidor de personagens do jogo é um dos mais
completos entre o gênero e com certeza o mais realista. Ele funciona
porquê o Sims 4, permitindo que você puxe, estique e arraste cada
centímetro do rosto e corpo do seu personagem. S instituidor impressiona de
tal forma que já foi disponibilizado separadamente para download. No entanto, o realismo de Black Desert não se limita ao visual – apesar
de deixar qualquer...

um de queixo derribado. S mundo tem mais que texturas,
ele parece estar “vivo” na maior troço do tempo. Os NPCs são ficam
parados à deriva; os personagens estão sempre em movimento, interagindo e
exercendo suas profissões livremente pelo vegetal. S mundo de Black Desert está sempre em movimento (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) Apesar das legendas, o jogo está dublado em inglês. Mas não é por isso
que qualidade do trabalho sonoro deixa zero a desejar. A atuação das
vozes está muito feita e tem variedade, assim porquê os efeitos sonoros e
músicas que tocam nas cidades, na troca de mapas e também durante os
combates. Agora, combine a mecânica de conhecimento, a quantidade de
possibilidades para seu personagem e um mundo que é independente. S que
temos? Um RPG completo. Um jogo que, com uma combinação simples, criou
complicação suficiente para desenvolver uma economia própria e um
sistema de classes funcional. Além disso, as missões ainda oferecem
escolhas para que você possa traçar seu próprio caminho. Black Desert te dá a opção de escolher seu caminho (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) E é provável aproveitar a experiência sem ter uma máquina tão potente.
Os requisitos mínimos do jogo são mais baixos que o esperado, e o
próprio game oferece configurações para melhorar a otimização em PCs com
menos potência. S jogo também inclui opções para quem quer extrair o
sumo dos gráficos, mas o jogador fica dependente da conexão, que pode
atrasar o carregamento de algumas texturas. S melhor está no combate Claro que, o desenvolvimento da história e o visual, porquê um todo, são
dois pontos que chamam a atenção na hora de se escolher um RPG line.
No entanto, o game também precisa de um bom sistema de combate, fluído e
aprazedorível nos controles, para se ressaltar entre os demais. E Black
Desert acerta em pleno no combate e jogabilidade. A movimentação do personagem é o ponto que se observa logo no
início do jogo. S personagem é ágil, maleável (dependendo da classe) e
tem movimentos naturais. Ele pode esquivar, rolar para os lados, saltar e
ainda conta com habilidades que se mesclam ao balanço do seu corpo, o
que abre uma gama de possibilidade na hora do combate. S combate é o grande destaque de Black Desert (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) Cada personagem tem habilidades e atributos distintos, que o
classificam para diferentes estilos de luta. S jogo combina uma árvore
de habilidades com equipamentos sem restrição de level para que o
jogador tenha liberdade suficiente de fabricar a combinação que mais o
agrade. S combate é no estilo “hack and slash” com golpes, tiros e cortes muito
rápidos. Ele funciona tanto para quem quer só lucrar experiência,
fazendo aquelas missões básicas para expelir inimigos, ou para quem
deseja gerar estratégias para duelos ou guerras entre guildas. S movimento do personagem é rápido e originário em Black Desert (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) Os comandos também se adaptam ao estilo do jogador. Cada habilidade
pode ser realizada de duas maneiras; o jogador pode fazer a sequência de
botões no teclado e mouse ou colocar o via do golpe para usar no
teclado numérico. A jogabilidade é extremamente aprazedorível com mouse e
teclado, porém, não podemos manifestar o mesmo do controle. Apesar do jogo ter previsão de lançamento para o Xbox One em 2018, o
suporte para controle ainda é parcial. Por conta disso, os comandos se
tornam irritantes de se usar – para invocar o espírito, por exemplo, é
necessário estreitar três botões. Mesmo com um joystick, o jogador ainda
tem que usar um ponteiro do mouse com o analógico. E a customização? Black Desert não é um jogo gratuito. S game é vendido em três pacotes
diferentes com benefícios, que variam de pacto com o valor. Isto pode
estirar alguns jogadores, mas a vantagem é que o título exclui a
premência de uma assinatura mensal ou anual, e oferece texto
suficiente para competir com qualquer outro MMO da atualidade. S que pode rematar preocupando os jogadores é a loja do jogo, que vende
texto extra e personalidade em troca de pérolas, itens comprados com
numerário real. Iá muitos jogos que oferecem vantagens injustas para
aqueles que pagam, chamados popularmente de “P2W” (Pay to Win) e fazem
com que todo o sistema do jogo se torne desequilibrado. As roupas da loja do Black Desert não afetam o status do personagem (Foto: Reprodução/Tais Carvalho) Felizmente, Black Desert não sofre desse mal. Os itens vendidos na loja
são puramente cosméticos e servem somente para modificar o visual do
personagem. As roupas, no entanto, não são baratas e custam muro de US$
16 dólares cada set completo (aproximadamente R reais na conversão).
Iá outros itens que podem ser adquiridos para dar uma ajudinha na sua
jornada, porquê pergaminhos e poções, mantimentos e mascotes. Contudo, troço
deles podem ser comprados “de perdão” com Milhas que o jogador recebe de
prêmio pela quantidade de horas em jogo. Conclusão Black Desert é um óptimo MMORPG e tem o que é preciso para competir
com outros do gênero, em peculiar a novidade leva de jogos da novidade geração
de consoles e PC. S servidor sul-americano ainda está nos s
estágios e certamente precisa de mais firmeza de conexão. Mas, no
universal, o preço do jogo compensa a experiência e a qualidade do texto
oferecido pela Peal Abyss. Qual o melhor MMORPG? Opine no fórum do TechTudo! saiba mais Confira as primeiras impressões do beta do MMORPG Mu Legend MU Legend, Sea of Thieves: veja os MMORPGs mais esperados para 2017 Neverwinter, Rift, DC Universe: veja os melhores MMORPGs gratuitos
Fonte:Techtudo

Mude para versão para dispositivos móveis deste site