Um esboço do próximo iPad

A Apple é uma criatura cíclica, como ursos, unicórnios e mulheres. iPods em setembro, iPhones em junho, e provavelmente iPads em abril. Abril já está chegando! Então, sem muita surpresa, estamos começando a ouvir como será o próximo iPad.

Por dentro

Apesar de uma geração de dispositivos não formar uma tendência – para jornalistas, tendências vêm em três – a Apple é menos mítica e mais econômica do que muita gente na internet poderia suspeitar.

O chip A4 que surgiu no iPad também foi para o iPhone, iPod Touch e para a nova Apple TV. E esse chip também não é tão cheio de mistério: é um sistema-em-um-chip personalizado, construído com um processador ARM Cortex A8 a 1GHz com um chip gráfico PowerVR SGX 535 (também presente no iPhone 3GS).

Não é absurdo pensar que a próxima geração do sistema-em-um-chip da Apple, que o Engadget chama de A5, vai seguir o mesmo padrão, como indicam as fontes: ele vai aparecer no próximo iPad, seguido pelo iPhone 5 (e seu equivalente iPod Touch, mas isso não foi dito pelos rumores) e pela próxima Apple TV.

E o que está neste novo chip da Apple? Logicamente (e de acordo com fontes), o coração do A5 é o chip ARM da próxima geração. O ARM Cortex A9 multinúcleo (PDF), já é visto em configurações de até 1,5GHz.

Um A9 dual-core de 1GHz também está no coração do Nvidia Tegra 2, que está presente nos diversos tablets com Android 3.0 e smartphones com esteroides (como o Xoom, Atrix 4G e Droid Bionic da Motorola), e também está no chip TI OMAP 4430 do tablet BlackBerry PlayBook.

Ah, e nos próximos CPUs da Samsung também, de codinome Orion, que devem aparecer na próxima geração de celulares, tablets e sei lá, geladeiras da empresa. (Imagem: Apple A4, da Chipworks/iFixit)

O BlackBerry PlayBook até que é um bom lugar  para começarmos a pensar no tipo de desempenho que veremos no próximo iPad. Ele consegue rodar, simultaneamente, um vídeo em 1080p e Quake III. Sem engasgar. O chip TI OMAP 4430 dentro dele não só usa um processador A9 dual-core de 1GHz, como um chip gráfico PowerVR SGX540.

De acordo com fontes da AppleInsider, e drivers encontrados no iOS 4.3, o A5 irá incluir um chip gráfico PowerVR SGX543 – provavelmente uma versão dual-core, resultando em poder gráfico 4 vezes maior que dos chips atuais do iPhone e iPad. Se o PlayBook faz o que faz com um chip inferior, imagine o que um processador dual-core fará. 1080p é só o começo.

Retina Display

Page 1 of 3 | Next page