,1-- -->

Como escrever o email perfeito para cada etapa do funil de marketing

Please enable / Bitte aktiviere JavaScript!
Veuillez activer / Por favor activa el Javascript![ ? ]

Receba os artigos diretamente no seu email






Escrever o email perfeito para cada etapa da sua estratégia de email marketing ainda é uma habilidade importante para se desenvolver enquanto escritor.

Apesar da taxa de abertura e cliques ter reduzido nos últimos anos, ainda desconheço ferramenta tão boa para a venda quanto o email. Especialmente para quem trabalha com produtos perpétuos.

Mas precisa ser aquele email que vai despertar a vontade da pessoa que está do outro lado em clicar, ler e até mesmo comprar e é justamente isso que você vai encontrar nesse artigo.

Existem vários tipos de email que você pode escrever para a sua audiência.

Quanto mais profissional, você for, e maior for o seu público, mais importante é diversificar esses tipos. Vamos ver como escrever o email perfeito para cada etapa do seu funil de marketing.

1. Confirmação de Email

Seja quando a pessoa inscreve seu email ou faz uma compra com você, é importante escrever um email de confirmação.

Ele indica que o processo deu certo e orienta o usuário com os próximos passos. No caso de uma inscrição para lista de email confirmará que o usuário está inscrito e que a partir daquele momento irá receber seus emails.

Para um pagamento, pode informar que o pagamento foi processado e agora o cliente só precisa esperar receber o produto. Isso também é válido para inscrições em eventos, sejam eles online ou presencial.

2. Email de Boas-Vindas

É o email que você envia para receber a pessoa que acabou de se inscrever na sua lista.

É importante que você pergunte para essa pessoa em que assuntos dentre os que você fala ela se interessa mais, assim você pode preparar a sequência do onboarding, que será nosso próximo tópico dessa lista.

Se a pessoa inscreveu seu email para fazer um download, deixe esse link bem claro logo no início do email. No final você pode adicionar os links das suas redes sociais para a pessoa seguir.

3.Onboarding

O Onboarding é o nome que damos para uma sequência de emails que recebe o usuário no seu site para orientá-lo em relação ao seu conteúdo.

Ela pode ser uma sequência de artigos para serem lidos, vídeos para serem assistidos, podcasts, ou uma mistura de todos os conteúdos que você produz.

É interessante que você use as respostas do email de boas-vindas para determinar dentro de qual assunto serão as sugestões enviadas.

Isso pode ser automatizado, e as pessoas receberão indicações de conteúdo que vão deixá-las mais confortáveis no seu site sem trabalho adicional para você.

4.Emails de Novo Conteúdo

São aqueles emails em que você indica os conteúdos que você acabou de liberar. Seja objetivo, informe o nome do conteúdo, brevemente do que ele trata e insira o link para acessá-lo.

Newsletters reunindo indicações de seus novos conteúdos, conteúdos de terceiros e dicas ou novidades extras também podem entrar nessa categoria. É exatamente o que fazemos na nossa Newsletter, “A Última Palavra”, enviada toda sexta-feira para quem está cadastrado em nossa lista de emails.

5.Emails de Indicações de Produtos

Você pode indicar produtos ou serviços para a sua audiência, sejam eles próprios ou afiliados.

As pessoas se cansam rapidamente desse tipo de email, e se você manda muitos deles pode desgastar sua lista, que acaba perdendo engajamento.

Esse email também deve ser bem objetivo, com uma call to action clara e um link fácil de encontrar para clicar.

Invista em escrever o email perfeito para que mesmo sendo breve, consiga atingir a audiência e mostrar as vantagens de acessar aquele link para ver o produto.

6. Convites para Eventos

Seja um evento físico ou digital, você pode escrever um email para convidar a sua audiência.

O importante aqui, mesmo para eventos gratuitos, é que elas se inscrevam, pois, além de você ter uma noção de quantas pessoas comparecerão, quando a pessoa se inscreve, ela faz um comprometimento de aparecer.

Caso o evento seja pago, escreva um email com copy atrativa e mostre porque aquele evento é interessante para a sua audiência.

7.Emails Dedicados

Os emails dedicados tem relação com a segmentação da sua lista, pois são emails que você só envia para uma parte dela.

Podem ser updates para as pessoas que estão participando de um lançamento ou campanha, ou informações para quem é um cliente da sua marca com algum produto.

8.Email de Co-marketing

É usado quando duas empresas com assuntos complementares se unem em uma parceria.

O resultado disso pode ser um conteúdo, um webinário, um produto, etc.

Quando enviar emails sobre co-marketing, indique brevemente quem é a outra empresa, oriente sua audiência que só tem familiaridade com você.

Por que eles deveriam confiar na outra marca também? Indique a relação que vocês têm entre as marcas.

9.Emails de pesquisa

São fundamentais para você receber o feedback do seu público e fazer melhorias nos seus processos e produtos.

Os emails em que as pesquisas são enviadas precisam ser interativos e estimular a audiência a tomar a ação de respondê-la.

Você pode oferecer alguma pequena recompensa por essa resposta.

10. Conteúdo...

Pós-Venda

Quando alguém compra um produto com você, especialmente um produto físico, você pode enviar conteúdos específicos sobre como usá-lo para o email do cliente.

Assim você reforça que a decisão da compra foi boa e fortalece a relação com a pessoa.

11. Abandono de carrinho

Quando alguém inicia uma compra colocando um produto no carrinho, mas sem concluí-la, você pode enviar um email perguntando se a pessoa teve alguma dificuldade, se precisa de ajuda.

Esse tipo de email é um lembrete para a pessoa terminar a compra e abre uma conversa para resolver a objeção que impediu a pessoa de comprar. Problemas com cartões são mais comuns do que muita gente pensa.

O mesmo vale para emails de recuperação de boleto. Muitas pessoas geram o boleto, mas esquecem de efetuar o pagamento. Escrever um email reforçando que o prazo de vencimento está próximo e que ela perderá aquela oportunidade, funciona muito bem para incentivar o cliente a finalizar sua compra.

12. Campanhas de Re-engajamento

Essas campanhas são direcionadas para os usuários que não estão interagindo com seus emails.

Elas irão determinar se você consegue reativar esses usuários ou se o melhor é removê-los da sua lista, para torná-la mais saudável.

Por quê? Porque quando muitas pessoas não abrem seus emails isso prejudica sua reputação frente às ferramentas de email marketing.

Quanto pior sua taxa de aberturas, maior será a chance de o seu email ser enviado para a caixa de spam do usuário.

Manter pessoas que não abrem seus emails só prejudica sua lista.

Dê uma chance para as pessoas voltarem a abrir seus emails com campanhas voltadas para elas, mas se não tiver retorno, não pense duas vezes para eliminá-las da sua lista.

Agora que você já conhece os tipos de emails mais utilizados, vamos conhecer a estrutura para escrever o email perfeito.

Como escrever o email perfeito

Após diversos testes no Viver de Blog, um padrão se destacou dos demais quando analisamos as métricas de cliques, mas ele não emite nenhuma garantia que funcionará perfeitamente para você.

Portanto, lembre-se de adaptar e testar com seu público.

A estrutura para escrever o email perfeito para nossa audiência é a seguinte:

Título Clicável

Tornar a área clicável, mas sem colori-la como se fosse um link é ideal para deixar o destaque ao botão abaixo dela, sem perder a possibilidade do clique de usuários que clicam em títulos.

Introdução

Começo com uma pergunta para despertar curiosidade e abrir um loop que precisa ser fechado.

Corpo da mensagem

O que funciona melhor: escrever um email longo ou curto?

Você pode criar um conteúdo completo (longo) e outro conteúdo apenas com a introdução (curto), sem a parte do corpo da mensagem.

Isso pode deixar sua mensagem mais curiosa, incentivando o clique para continuar a leitura. Teste os dois e veja o que funciona melhor para a sua audiência.

CTA / Botão

O que me causa um leve desconforto nesse tipo de chamada são palavras como “clique aqui”.

Embora sejam mais persuasivas, elas podem diminuir a taxa de entrega dos emails, se usadas em excesso.

A cor do botão deve contrastar com os links ao longo do email, tornando esses elementos clicáveis predominantes.

P.S.

O P.S. é uma oportunidade de ouro para você aumentar sua taxa de cliques, já que vários leitores chegam ao final do email e só tomam ação aqui nessa parte.

Portanto, use o P.S. para adicionar um item de curiosidade que instigue o leitor a clicar no link para saber a resposta de uma pergunta.

Footer

Alguns elementos importantes devem estar no rodapé (footer) do email.

Lembre-o onde ele realizou o cadastro. Ademais, coloco um link para o site, caso o usuário não se lembre o que é o Viver de Blog.

Após esse trecho, coloco informações sobre direitos autorais.

E, logo, depois os links para a versão web (importante para quem não conseguir visualizar todo o email perfeitamente) e descadastro.

O importante ter em mente é que seu email precisa passar informação de valor para a sua audiência.

Segmente sua lista e envie somente o que aquele grupo específico recebe bem, não vale a pena escrever um tipo de email que não está tendo boa recepção e desgastar sua lista por isso.

Antes de escrever, busque pensar como sua audiência e responda à seguinte pergunta: o que eu gostaria de receber na minha caixa de emails e o que me faria clicar e ler?

A partir dessa resposta você já saberá como começar a escrever o email perfeito.

O Mapa Definitivo da Escrita Milionária

Oportunidade inédita para fazer parte do grupo de escritores mais bem pagos do mercado

Saiba Mais no Grupo VIP →

Oportunidade inédita para fazer parte do grupo de escritores mais bem pagos do mercado



Fonte